quinta-feira, 8 de maio de 2014

Lesões musculo-esqueléticas ligadas ao trabalho de DENTISTA







Na classe profissional dos Médicos Dentistas as lesões músculo-esqueléticas mais frequentes são as dos membros superiores e da coluna vertebral. Entre 60% a 70% desta classe apresenta queixas dolorosas principalmente a nível dos ombros, coluna cervical, coluna lombar e punhos. O facto de os médicos dentistas trabalharem um elevado número de horas na mesma posição aumenta a incidência de alterações posturais, como por exemplo o aumento da cifose torácica, inclinação da cabeça à direita e elevação do ombro contra-lateral (se for destro).

Existem várias causas para a incidência das queixas dolorosas entre elas:
- Ritmo acelerado de trabalho;
- Horas extraordinárias;
- Ausência de pausas;
- Stress no ambiente de trabalho;
- Equipamentos inadequados;
- Iluminação Inadequada;
- Mobiliário fora das especifícações ergonómicas;
- Repetitividade:
- Carga excessiva

Nos estudos efectuados é possível verificar que o uso de encosto apresenta uma relação estatisticamente significativa com a diminuição das queixas dolorosas. Assim como pausas durante o trabalho em conjunto com exercícios de alongamento e respiração.
Uma avaliação detalhada do espaço envolvente assim como da postura torna-se essencial para para que haja uma redução dos factores de risco associados a estas lesões. 
Se é o seu caso, sugerimos que adote a melhor postura possível, faça alguns alongamentos entre consultas (gestos simples na cervical que podem ter uma boa eficácia) e nas horas livres pratique exercício físico que implique movimento dos membros superiores e cervical, como por exemplo a natação. Se tem duvidas em relação à sua postura procure um especialista nesta área para o(a) avaliar e aconselhar. Se já tem dor não deixe de fazer o tratamento mais adequado, com correcção postural e terapia manual. Lembre-se que os analgésicos são fantásticos no alivio dos sintomas mas não resolvem a causa biomecânica! É preciso um trabalho mais global para que o resultado seja eficaz. 
Preserve o seu corpo dando-lhe atenção. Cuide também de si!
Bibliografia aconselhada:
Alexopoulos, E. e Stathi, I. (2004) - Prevalence of musculoskeletal disorders in dentists. BMC Musculoskelet disord. (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC441388/)
Macedo, R. (2008) - Estudo da prevalência de lesões músculo-esqueléticas relacionadas com o trabalho em médicos dentistas e proposta de um programa de ginástica laboral. Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. (
http://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/13646/2/2382.pdf)
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário